sábado, 25 de junho de 2011

Satisfação sexual na mulher

Hoje em dia, cada vez a vida sexual de um casal é mais importante, pelo menos o papel da mulher nesta área é muito mais significativo.
Antigamente uma mulher que sentisse prazer ou fosse um bocadinho mais ousada era considerada uma prostituta, pois a ideia vigente na sociedade era que a mulher não poderia sentir prazer nem desejo sexual. O que não acontece na actualidade.
Hoje falar de sexo já não é tabu, nem nenhuma coisa que as pessoas fiquem chocadas só de ouvir, pelo menos para a maior parte das pessoas, aliás, o tema é mesmo importante de ser falado, para aprender, trocar experiencias, inovar, etc.
Talvez por o tema ter sido, de certa forma, mais banalizado, e por todas as transformações sociais que existiram até hoje, o homem tem vindo a interessar-se cada vez mais pela parceira, ou seja, já não pensa só nele, o sexo já não é sinónimo de homem e muito menos “homem por cima, mulher por baixo, o homem atinge o orgasmo, vira-se, e dorme”. Cada vez mais os casais tentam simultaneamente dar prazer ao outro, tanto homens como mulheres, cada vez mais há uma tentativa e aproximação dos homens para tentarem perceber o que a mulher gosta e não. O que muitas vezes acontece é a mulher ter vergonha ou não se sentir “preparada” para falar sobre isso com o marido/namorado/companheiro. Ou talvez esteja eu até enganada ao inserir a palavra companheiro, porque se for uma pessoa que nós não conheçamos também, ou que apenas nos preenche a nível sexual, não vamos ter pudores, nem receios, em dizer o que queremos, pois não há o medo de pensar o que é que ele vai achar se eu disser que gosto disto ou daquilo.
A meu ver, essa falta de diálogo, ou a vergonha que a mulher sente em falar com o parceiro, e o parceiro com ela, remete para uma grande falta de cumplicidade. E se não fosse a cumplicidade o que era dos casais passado 10 anos juntos? Talvez seja por isso que existem tantos divórcios, mas isto, mais não é que a minha opinião!
O homem tenta cada vez mais, com que a mulher esteja satisfeita a nível sexual, o que pode estar ligado também ao facto de, ao contrário de antigamente, a mulher já ter homens para fazer comparação, hoje uma mulher não fica toda a vida com o mesmo homem. Deste modo o parceiro quer sempre “ser melhor que os outros”. 
Em geral, acho que à uma abertura cada vez mais das mulheres, cada vez se interessam mais pelo sexo, muitas vezes são elas as primeiras a querer ousar, a ter a iniciativa para novas experiências, a não ter “nojo” disto ou daquilo!

1 comentário:

Soraia disse...

Adorei ler este post :b
E não podia concordar mais contigo. E não há que ter cá vergonha de dizer ao namorado que queremos ou gostamos daquilo desde que se confie nele (: